Digitalização das Escolas

 

A 21 de abril de 2020, foi publicada a Resolução do Conselho de Ministros n.º 30/2020 sobre o Programa de Digitalização para as Escolas. Neste Programa, a capacitação digital dos docentes é considerada determinante para o desenvolvimento de modelos inovadores associados aos processos de ensino e de aprendizagem, encontrando-se alinhada com outras iniciativas do Ministério da Educação, promotoras do sucesso escolar, e assumindo-se como o motor de transformação da escola.

Assim, a área estratégica de Educação Digital visa contribuir ativamente para a modernização tecnológica das escolas, numa ótica de desenvolvimento organizacional, fomentando a inovação e o desenvolvimento do sistema educativo através da integração transversal das tecnologias nas diferentes áreas curriculares dos ensinos básico e secundário. Com vista à melhoria contínua da qualidade das aprendizagens, o Programa de Digitalização para as Escolas pretende contribuir para a igualdade de oportunidades no acesso a equipamentos e a recursos educativos digitais de qualidade e investir nas competências digitais dos docentes e dos formadores no contexto das modalidades formativas do Sistema Nacional de Qualificações. 

Com efeito, este programa contempla as seguintes dimensões:

  1. a) Disponibilização de equipamento individual para utilização em contexto de aprendizagem;
  2. b) Garantia de conectividade móvel gratuita para alunos, docentes e formadores do Sistema Nacional de Qualificações;
  3. c) Acesso a recursos educativos digitais de qualidade;
  4. d) Acesso a ferramentas de colaboração em ambientes digitais;
  5. e) Definição de processos conducentes à realização e classificação eletrónica de provas de avaliação externa em ambiente digital;
  6. e) Aposta na capacitação de docentes, formadores do Sistema Nacional de Qualificações e técnicos de tecnologias de informação em cada escola, através de um plano de capacitação digital de professores, que garanta a aquisição das competências necessárias ao ensino neste novo contexto digital.

Neste sentido, o Nova Ágora CFAE, contribuindo para a capacitação dos docentes, encetará a realização de ações de formação maioritariamente no âmbito desta linha prioritária – transição digital das escolas.

Prevê-se que as ações de formação possam decorrer em ambientes diversificados – regime presencial e e-learning, de acordo com as circunstâncias que ocorram ao longo do ano e que serão determinantes na modalidade de realização.

  1. Em 2021/2022, iniciaremos o Plano Formação do biénio 2021/2023, que pretende:
  • integrar formação no âmbito do Plano de Ação para a Transição Digital, numa perspetiva de formação geral;
  • dar resposta às necessidades de formação identificadas e manifestadas pelas Unidades Orgânicas (UO) associadas, pelos respetivos educadores e professores e pelos profissionais não docentes das escolas;
    • articular com necessidades detetadas nos contextos educativos das diversas UO, com os respetivos projetos educativos e planos de formação;
    • valorizar profissionalmente o corpo docente, fomentando a sua atualização e aperfeiçoamento nos domínios científico, pedagógico e didático.

Para o efeito, dispomos de financiamento do Programa Operacional Capital Humano (Tipologia 4.2 - Formação de docentes e outros agentes de educação).

Para além destas iniciativas, outras ações poderão ser desenvolvidas, visando responder a fragilidades e a necessidades de formação que as escolas e os profissionais de educação venham a identificar. Para tal, continuaremos a mobilizar a experiência e o acervo diversificado de recursos disponíveis para a formação contínua:

  1. nas escolas e agrupamentos associados, através dos formadores internos qualificados, fomentando o trabalho colaborativo interpares e criando redes de partilha entre as várias UO;
  2. no centro de formação, através de parcerias com entidades externas (p.ex.: autarquias, instituições de ensino superior, Ministério da Educação).
  3. O Plano de Formação, quanto à tipologia de formação, inclui modalidades acreditadas pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua (de 12 horas ou mais), ações de curta duração (entre 3 e 6 horas) reconhecidas pela Comissão Pedagógica do CFAE, ao abrigo do Despacho n.º 5741/2015, de 29 de maio, e outras iniciativas de formação não formal, todas estas dirigidas a educadores e professores; e ainda, relativamente aos profissionais não docentes das escolas, ações certificadas pela Direção-Geral de Administração Escolar (cf. as linhas prioritárias de atuação/objetivos a atingir no Plano de Formação do NOVA ÁGORA-CFAE que podem ser consultadas na seguinte hiperligação:

                                           CFAE PLANO DE FORMAÇÃO 2021-2023

III. Por fim, deixamos algumas indicações úteis relativamente à participação nas ações do Nova Ágora – CFAE.

Segundo parecer da sua Comissão Pedagógica, o NOVA ÁGORA – CFAE não realiza atualmente ações de formação que necessitem de pagamento de inscrição pelos formandos.

Quanto aos processos de divulgação e inscrição nas ações, é importante ter em atenção que estas são divulgadas e as inscrições abertas, caso a caso. Deste modo, aconselha-se a visita frequente à página eletrónica do CFAE (em http://cfagora.pt), onde poderão ser consultados as datas de realização, as indicações quanto aos destinatários, bem como o prazo para inscrição e outras informações constantes do descritivo de cada ação de formação, organizada do seguinte modo:

  • Ações previstas – informações sobre ações a realizar a médio prazo, bem como o prazo de inscrição;
  • Inscrições abertas – ações a realizar a curto prazo, com o período de inscrições a decorrer: apresenta a hiperligação para a ficha de inscrição na respetiva ação e, ainda, pode ser consultada a lista de inscritos;
  • Ações a decorrer – ações já iniciadas, em período de realização;
  • Ações concluídas – ações terminadas, incluindo o processo de avaliação.

Sugere-se ainda a leitura das FAQ, no Índice da página eletrónica do Centro de Formação, onde pode também conhecer o Regulamento Interno e o Plano de Formação do Nova Ágora – CFAE para o biénio 2021/2023.

 

Saudações cordiais e votos de um bom ano letivo com saúde.

Nova Ágora –CFAE, 1 de setembro de 2021

A Diretora do Nova Ágora - CFAE,

Graça Trindade